Feed

Assine o Feed e receba os artigos por email

domingo, 29 de junho de 2008

Amor, Venha!

Amor, vamos dar um passeio?
Vamos sair por aí de mãos dadas contemplando o passar do tempo
Sem pensar nas coisas por fazer?
Vamos nos perder entre as estrelas
E atravessar buracos negros iluminando tudo a nossa volta com a luz do nosso amor?
Amor, vem para junto de mim...
Esqueça as agruras da vida,
Esqueça as pessoas que só trazem tristeza e venha.
Venha, que aqui, no meu coração cabe você com o seu jeito,
Com seus versos de amor.
Vem que estou com as mãos voltadas para o céu
Venerando sua entrada em minha vida.
Amor, vamos caminhar por uma trilha de sublimes paisagens
E perceber cada gota de orvalho caindo sobre nosso corpo.
Amor, não deixe que nada tire sua crença, sua verdade de amar.
Você é especial, é especial, é especial...
Olhe ao seu redor e veja os fluídos
Que mando.
Veja que os pássaros cantam uma canção
Que diz: saiam de mãos dadas por aí
Sem notar o tempo,
Sem desejar outro momento,
Sem indagar sobre o beijo que ainda vou roubar,
Sem medo do amor.
Amor, vamos voar pelas nuvens e enxergar tudo de cima
Percebendo que somos tão grandes e tão pequenos.
Mas que isso não é motivo de desistir das coisas que valem a pena.
Amor, não tenha pressa,
Não se entristeça,
Não se esqueça de mim jamais.
Porque eu te amo,
Além de todo prazer,
De todo querer,
Do céu e do mar.
Amor, venha.

Arquivo do blog