Feed

Assine o Feed e receba os artigos por email

domingo, 4 de dezembro de 2011

Africanidade

África, rica África,
a fricção da minha
tez desgovernada
que enverniza esse brio
tão atril.

África, jangada estética
na pincelada
e ornamento
no lamento
do teu riso ágio.

África, rica África,
a súa métrica
é ápice
que enovela o meu ser...

3 comentários:

Sam disse...

presente no meu sangue
sua cor é a dos meus olhos
castanhos, morenos
negros de ser.

Juliana Matos. disse...

Tão em si essa africanidade
tão poderosa e tão frágil...

Lindas palavras

Ju

CARLA STOPA disse...

Mama África...

Arquivo do blog