Feed

Assine o Feed e receba os artigos por email

sexta-feira, 22 de agosto de 2008

O filósofo e o poeta

Gira o mundo inteiro para encontrar
Explicações complexas em coisas simples: o filósofo.
Não procura explicação alguma,
Sente as coisas como são
Mantendo-se com os pés no chão
E a cabeça nas nuvens: o poeta.
O filósofo se chateia,
O poeta devaneia.
O filósofo descobre tanto que descrê de si mesmo,
O poeta inventa tanto que acredita ser verdade.
E essa verdade descoberta ou inventada
É apenas o inquilino, vulnerável ou sadio,
Que vive no âmago de cada um.
Se você é filósofo ou poeta?
Depende da sua visão macro ou micro do mundo.
Lembremos que ambas são infinitas.

Arquivo do blog