Feed

Assine o Feed e receba os artigos por email

sexta-feira, 15 de maio de 2009

Sobre as inconsistências do ser

Em meio a mil frases brilhantes
não há uma que justifique o caos que
um simples descobrir em sorriso e lágrima
pode causar por estar aqui, agora e adiante no tempo.
Pois que sou perecível como carvão que já fora broto
e sou ainda mais a luz que se expandira
pelas bordas de uma estrela que não existe mais:
aquele centro concentrado de brilho não era eu,
eu era o que ainda sou: um segredo prestes a ser revelado.

4 comentários:

Dauri Batisti disse...

Um segredo prestes a ser revalado ainda é segredo. Essa sagrada porção individual, singular.

Um abraço.

Writer disse...

Lindo poema, amigo, parabéns mesmo ! Tenho um poema que se chama "A inconsistência do escuro", e na estrofe final, coloquei: "no escuro, não há sombras do que fazemos / nem resquícios dos lugares aonde fomos/
no escuro, não somos nada mais, nada menos/do que as estranhas criaturas que nós somos", ou seja, um segredo para nós mesmos, um mistério transcendente.

Beijos, amigo, bom fim de semana !

Erica Maria disse...

Também sou perecível como carvão!!!

Lindo mesmo!!!

Bjos em teu coração!

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,

Arquivo do blog