Feed

Assine o Feed e receba os artigos por email

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

o encanto da rosa

encontrei
na rua
uma rosa
e ela
estava nua
sem o
perfume
de um
vidro
seco
sem a cor
de um
jardim
de plástico
encontrei
na rua
uma rosa
que tinha
a face
cheia
de espanto
o olhar
cheio de
medo
e uma
beleza
prestes
a se
revelar
pelo
dia cedo
da calçada
sem
dono

Um comentário:

Mai disse...

Havia uma rosa na rua onde passava o poeta!
Rosa sem dono que do abandono fez-se poesia. Beijo, Márcio

Arquivo do blog