Feed

Assine o Feed e receba os artigos por email

domingo, 20 de março de 2011

edifícios

é difícil
subir
os edifícios
nesses
ofícios
meus
de cada dia
para
suprir
os meus
vícios
de
jogar
pela
janela
o que ainda
não
aprendi
do
horizonte

3 comentários:

Sam disse...

cada pensamento meu
é um degrau
escuro
acumulando nos nervos
os entulhos
dessa minha
(des)contrução
e cada tijolo
é um dia enclausurado
por onde vejo
da minha janela
toda a poeira passar.

beijo meu.

Amapola disse...

Boa tarde.
Lindo o seu poema! Parabéns!

Um grande abraço.
Tenha uma bela semana, cheia de paz e amor.

Lara Amaral disse...

Nossa, perfeito!

Arquivo do blog