Feed

Assine o Feed e receba os artigos por email

domingo, 20 de março de 2011

sábado

sábado
é um fado
onde,
de cada
lado
de nós,
é uma
premissa
rezando
ao domingo
uma missa
que não
termine.
sábado
é o verso
inacabado
da semana
que não
tem rima
nem estribilho,
é um filho
que culmina
em instante
e espera...

3 comentários:

Sam disse...

Sábados, normalmente, não me caem bem.

Prefiro prova-los com dois goles de vodka pra anestesiar os próximos...

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

um poema para ser fritado quando o sábado é tão somente esse fado

Vivian disse...

...sábado
dia de família reunida
a espera de um domingo
para não se fazer nada.

nada que não seja descansar
sob as asas de um dia feliz!

bjs, poeta.

saudades...

Arquivo do blog