Feed

Assine o Feed e receba os artigos por email

domingo, 19 de setembro de 2010

outros quintais

minhas algibeiras abrigam
em forma de descanço
esse cansaço do dia

e arremesso as horas
pela janela afora
e as coisas vistas
me perseguem

por onde ando
me acostumo
e é fazer aceno
e comprar jornal

distribuo um sorriso
por outros quintais

a tarde é um invento
que eu quero para mim
onde caminha qualquer instante
de poesia

3 comentários:

Sam disse...

Sorrir faz bem... em qualquer quintal!

Além de ser uma bela e generosa flor!


Abraços, flores e estrelas...

Rodrigo Braga disse...

"...e arremesso as horas
pela janela afora
e as coisas vistas
me perseguem..."

Lindo o tratamento para lembrança que deu nesse verso! Parabéns pelo blog!

Lara Amaral disse...

Embrulhamos sorrisos, arremessamos jornais... aflitam-se as horas por conta própria.

Arquivo do blog