Feed

Assine o Feed e receba os artigos por email

terça-feira, 7 de julho de 2009

Digressões da palavra

Diga e fale essas incongruências
Na palavra nua.
Diga e proclame teus verbos pretéritos
De um ontem inventado,
Toda vírgula e ponto,
Essas digressões ao fado,
Esse halo desgastado por dizer...
Toda letra miúda, amiúde no tempo,
Todo verso estreito, rima destoada,
Diga... Invente sua palavra – esse embaraço
De cordas bambas – lambanças.
Grite a palavra num momento sublime
E a conclua em reticências...

Arquivo do blog