Feed

Assine o Feed e receba os artigos por email

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

sem equilíbrio

Salva agora, fugidia e tenaz,
a minha pressa de ir embora...
Quando quiser visitar as palavras
que foram boca e dente,
que foram língua e palato,
quando quiser visitar as palavras
que foram drágeas nesse seleiro
de pratos vazios, abobadados
diante do mistério,
que agora escapuliu veloz,
me deixe rascunhos do que não disse,
pois a viagem foi distante
e os versos ainda não escritos
tolheram-me risos
nesses gritos tão cortantes...
Foi um beco, uma noite tão amante,
um corpo nesse esguio de madrugada,
a minha sede derramada,
a calçada espreitando
e ela sorrindo um delírio
por esse pobre meliante.
Quando quiser visitar as palavras,
dessas sem história,
sem parágrafo e ponto final,
quando quiser visitar as palavras,
desnude de jornal, dessas tão insones
que me ferem, o pensamento insolente
detestando o que é veludo,
o que é véu, o que é léu...
O mim leigo, trôpego verseiro,
uma rima sem equilíbrio:
menestrel.

9 comentários:

Beatriz disse...

Quando fores visitar as palavras elas vão te acolher...
íntimo, perto, belo.
beijos poeta

Gil Costa. disse...

Bom demais vir aqui...
bom demais...

Beijo meu.

Dauri Batisti disse...

Um dos teus melhores textos. Bonito texto.

Abraço.

Erica Maria disse...

Lindo poema meu amigo.

Bjos

Vivian disse...

...antes de visitarmos as palavras,
elas é que nos chamam.

como agora que aqui estou
envolta em suas falas...

te beijo...

Mai disse...

Gosto das palavras tenaz e voloz.
Gosto de tuas palavras.
Gosto de ler-te, tecendo palavras.
E haja equilíbrio, amigo querido,
haja equilíbrio prá tecer palavras assim.

Beijos,
boa semana.

Mai disse...

Caramba, Márcio estas palavras tem imã.Muito interessante.
Porque fala da pressa de ir embora e cadê que eu consigo ir?

Já li duas vezes e não consigo sair.
Imã.
Como descolar do imã?
Acho que somente quando derrubar o imã.
Sei lá.
Como teces essas palavras tão perfeitamente opostas, antagônicas.
é um vai que fica.
um sem equilíbrio que é o mais equilibrado porque é o outro lado.
Bárbaro!
Meu Deus!
Incrível.
Putz!
Coisa linda!

Mai disse...

Olha só a força da palavra

Na minha primeira leitura eu fui fisgada por duas palavras - tenaz e veloz.
Não consegui ir embora justo porque fiquei presa no comando da primeira frase:
"salva agora...fugidia e tenaz...a minha pressa de ir embora..."

Impressionante.
Não consegui ir.
Lembrei de imã, cola, liga, tecitura de palavra e tu teces palavras.
Relê no meu primeiro. TENAZ é uma marca de cola, não é?
Pois. Você conseguiu um poema perfeito.
Porque eu fiquei.
Salvar a palavra. Nem sei se foi isto mas...
Estou espantada.
Bárbaro o teu poder de criação.

beijos, amigo querido.
Boa semana.

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,

Arquivo do blog