Feed

Assine o Feed e receba os artigos por email

sábado, 22 de maio de 2010

Corda bamba

É... A vida me põe de novo em corda bamba
pelo zelo dos bons tratos
que me dou de vez em quando.
Assim, alforriado e displicente,
é que rogo a prece para cair
sempre do lado de mim
sem machucar uma folha verde -
que por acaso - crescer em meu jardim.
Mas caia eu lá caia eu cá
sempre me levanto
com a fineza e teimosia de um menino
e vou atinar-me em novas cordas.
Bamba mesmo é a vida,
pois eu, eu sou é equilibrista...

2 comentários:

Sentimentalidades-Todas disse...

Penso que manter a vontade de se equilibrar, ainda que tenham dias em que isso pareça inpossivel, é o que faz valer o acordar, o tentar viver...

Muito bom
Beijos meu bem!!!

Mai disse...

"pelo zelo dos bons tratos
que me dou de vez em quando" Ai vale a pena ficar na corda bamba.
texto leve, mesmo bambeando.

beijos, querido.

Arquivo do blog