Feed

Assine o Feed e receba os artigos por email

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Prisma

Há dias guardo comigo
a fotografia desse instante,
que, ainda por ser revelar,
é o prisma da saudade
que se desabrocha em mim
dia após dia...

4 comentários:

Menina da Imprensa disse...

É moço, o problema é que muita das vezes essa danada desabrocha e dói! E aí, como faz? Acho que deixa doer e pronto né...

Fernand's disse...

ehhhh, a saudade fica gravada, entranhada em nós...




=)

CARLA STOPA disse...

O prisma da saudade
pintando lembrançcas coloridas...
Amei...

Zélia Guardiano disse...

Magnífico, Marcio!
Versos irreprensíveis, de tão profundo sentido...
Abraço.

Arquivo do blog