Feed

Assine o Feed e receba os artigos por email

terça-feira, 31 de agosto de 2010

somente

mastigar a vida
com a boca do outro,
sentir no olfato
o cheiro estranho
de nós...
aos olhos míopes
calçar de óculos
e tempestades
de areia
a imagem perfeita
que o espelho embaçado
desenha de embargo
nessa voz
que somente chora
uma dor que não sente.

2 comentários:

Sam disse...

"Nessa voz que somente chora uma dor que..." Sente!

Como também sente aquelas que fazem dos sorrisos, escândalos gargalhados e pintados de aquarela.

Beijo meu

Mai disse...

E os olhos sempre embaçam, com a mistura de sal e solidão.

beijo, Márcio

Arquivo do blog