Feed

Assine o Feed e receba os artigos por email

sexta-feira, 22 de abril de 2011

noite de telas

nem a lua derradeira
nem o céu ornamentado
de estrelas

faz cheia,
a noite de telas
pintadas de vazio
e solidão

Um comentário:

Sam disse...

São janelas pra além do horizonte, desse azul um pouco mais escuro e salpicante.

Simples e belo, Márcio.

Arquivo do blog