Feed

Assine o Feed e receba os artigos por email

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

amor de casa

fosse o vento asa,
o amor em casa -
porta aberta,
janela escancarada
e a espera
dois braços abertos
longe de implorar
que fique
ou de dizer adeus.

Um comentário:

CARLA STOPA disse...

Humm...Deu-me asas...

Arquivo do blog