Feed

Assine o Feed e receba os artigos por email

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Viver...

Viver é só uma nova forma
de algum infinito entrar em nós.
Todo dia não minto,
não percebo
se sou real ou se finjo
desconhecer,
mas invento esses infinitos
e me estendo a outros tantos
até que não acabe
de tanto esticar...
Viver é um riso
e um choro
quando preciso
para me aliviar...

3 comentários:

Sam disse...

"Mas quem é que sabe como? Viver... o senhor já sabe: viver é etcétera..."
[Guimarães Rosa]

Beijoca, meu querido!
Bom sábado!

Jacinta Dantas disse...

Talvez busquemos o sentido,
talvez o sentido esteja na infinitude que desejamos, fantasiamos...
Quem sabe!

Lara Amaral disse...

Gosto da sua forma de se esticar em poesia e nos transbordar todo esse seu lirismo infinito.

Beeeijooo!

Arquivo do blog