Feed

Assine o Feed e receba os artigos por email

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Campo dos pirilampos

Aí foi que se deu: se aninhou num algodão doce e não quis mais sair...
Dia desses, o macacão já estava curto, espiando as formigas e tingindo o cabelo
Da menina de azul, tava que estava arteiro,
Pirilampeando atrás do vento, piscando uma luzinha
Contente por um sorriso que conseguiu colher.
E foi que conseguiu, desajeitado, desembrulhar o papel de bala de amendoim,
Sorriu que só uns dentes escancarados, falhados na frente, janelinha mesmo
Que se mantém aberta para receber visita de bem querer.
Nossa! Olha só, já está até subindo em árvores atrás das borboletas!
E está parado, observando o balançar das folhas, ouvindo os colibris
Beijando flores coloridas, ele sente vontade, menino amado,
De voar, de viajar pelos caminhos que as nuvens escondem.
Agora bate palmas para uma cigarra que canta uma canção
De entardecer, dessas que desenham horizontes pelas bordas do dia,
Que alimentam os olhos de alegria por ter amanhecido
Pensando, pensando, e, tão logo, anuncia a hora de dormir
E sonhar com os olhos abertos, com a alma repleta
De pirilampos, de borboletas,
E sentir um gosto de amora e pêssego na boca...
Agora é mesmo o algodão doce que se desmantela pela sua boca,
Pelo seu corpo miúdo, derramando, derramando...
E ainda quer desenhar atmosferas de sonhos, e ainda quer ser real,
Quer gritar com seus pulmões, em dó, ré, mi, fá, sol, lá e si,
Quer jogar dados com o destino e sair por aí distribuindo mais sorrisos,
E plantando mais girassóis, e colhendo possibilidades.

6 comentários:

Avassaladora disse...

Eita!!!
Cada texto melhor que o outro...

Parabéns!



Beijos avassaladores!

Sam disse...

Vontade de aconchegar esse menino nos braços e embal-alo em abraços demorados.

Sorrindo girassóis e voando borboletas prontas pra pousar em nossas mãos, assim...

Sem tempo, nem demora.

Com gosto de bala de amendoim, amora e pêssego...

Com a menina de azul, de cabelo azul e amarelo, cor de sol, de girassol...

Assim, ela e ele, eu e você... pintando sonhos e colorindo nossa realidade.

Abraços, flores e estrelas...

Mai disse...

Vai ter pipoca...E sacis e vagalumes....
Porque és puro...


Lindo outra vez, como tu.

Beijos.

Tata disse...

Oi,

Cada vez que venho aqui me encanto mais pelas coisas que vc escreve!!!

Eita Talentão hein!

bjinhos

Palavras de Osho disse...

"Pirilampeando atrás do vento"...

Maravilhoso ! Maravilhoso !

Luciana Horta disse...

Conheci seu blog hoje!
Muito lindo! Pode deixar que vou fazer parte desta colcha de retalhos...
Bjos de LUz

Arquivo do blog