Feed

Assine o Feed e receba os artigos por email

domingo, 6 de abril de 2008

O Vôo das Borboletas

Em algum momento andaremos com os nossos olhos baixos
Visualizando o quanto é áspero o chão que pisamos
E ouviremos os berros de alguém dizer que não
Sabemos olhar o lado real que um dobrão de ouro
Pode comprar.
E alguns de nós nos seduziremos e compraremos a felicidade
Numa cadeira de escritório a ouvir os ditames do chefe.
Mas alguns de nós sofreremos por não nos encaixarmos
Nesses valores de dobrão de ouro e pintaremos
O nosso futuro com os sonhos esperançosos de um vôo de
Borboleta.

Márcio Ahimsa

Arquivo do blog