Feed

Assine o Feed e receba os artigos por email

domingo, 6 de abril de 2008

Sorriso...

Sorriso meigo inconteste impregnado no peito.
Sugiro o perigo com que me roubas
o olhar apreciativo de teu caminhar.
Mas o sorriso é assim: gratuito e livre
e essa liberdade gratuita
converte qualquer passarinho em águia.
Mas voar um vôo pleno
com a certeza arraigada na alma
é mais convidativo...
E eu procuro
essa simples colisão
de minhas idéias despropositadas
com a sua singela maneira
de sorrir.

Arquivo do blog